A fama chegou cedo pra elas!

Felicidade não depende de idade, claro! Mas a TV e o cinema costumam ilustrar a tela com amores clássicos entre belos rostinhos protagonistas… E encontra forte apelo no telespectador, que gosta de ver a realidade virar fantasia na pele de jovens atores.

É bom lembrar que uma atuação de talento é que determina um grande sucesso. E o importante em dramaturgia é uma interpretação que “passe verdade”, nas falas e na expressão corporal. Mas as tramas ganham suavidade e graça, naturalmente, quando mostram jovens vibrantes, apaixonados pela vida! Até porque o sonho de ser sempre jovem é um mito na imaginação humana… Por isso, em novelas e minisséries, entre as alegrias e os sofrimentos dos personagens, a juventude faz sucesso!

Relembre nesta galeria algumas estrelas que começaram cedo na TV!

1- Zuca (Glória Pires)

Novela: Cabocla (1979)

Emissora: Rede Globo

Idade da atriz à época da produção: Quando a novela começou, a atriz tinha apenas 15 anos!

Foi na novela Cabocla (versão original) que Glória Pires estreou como protagonista, embora ela tenha começado na TV ainda criança. E como interpretou um papel principal assim tão jovem? Por causa de seu grande destaque na novela Dancin’ Days (1978). Nesta, ela interpretava a personagem Marisa – papel definidor na trama -, que a atriz valorizou ainda mais com selo de coprotagonista. Foi sua primeira personagem emblemática, entre tantas que viriam.

Em Cabocla, Glorinha fez grande sucesso na pele da interiorana que se apaixonava pelo rapaz refinado que sofria de tuberculose. Um fato inesperado aconteceu no finzinho da produção: a atriz principal adoeceu e, nos dois últimos capítulos, foi substituída por Christiane Grossi, que nas gravações foi focalizada apenas de perfil.

Na novela tipicamente rural de Benedito Ruy Barbosa, Glória Pires fazia par romântico com Fábio Júnior [com quem viria a se casar e ter a filha (e também atriz) Cléo Pires]. Curiosamente, a ficção também se tornou realidade no remake da telenovela: os jovens Vanessa Giácomo e Daniel de Oliveira repetiram a performance de casal na vida real, depois de dividirem a cena romântica numa telenovela.

2- Xica da Silva (Taís Araújo)


Novela: Xica da Silva (1996/1997)

Emissora: produção e exibição original: Rede Manchete (extinta); reexibição: SBT (2005);

Idade da atriz à época da produção: Quando a novela estreou, ela tinha apenas 17 anos!

Atriz e novela fizeram grande sucesso. Tanto que, na ocasião, a TV Manchete voltou ao patamar de segunda colocada na preferência dos brasileiros. E o autor? Quem se lembra do nome dele nos créditos? Adamo Angel. Na verdade, pseudônimo do hoje conhecidíssimo autor global Walcyr Carrasco.

Apesar dos bons números no Ibope, a telenovela trouxe reações. Chegaram a pedir que a tirassem do ar! E a emissora também enfrentou problema jurídico por exibir cenas em que a atriz principal, ainda menor de idade, aparecia seminua. Mas Taís completou 18 anos com a produção ainda em curso, e a nova idade foi celebrada em cena: Xica da Silva tomando banho de cachoeira, inteiramente nua! Momento marcante e polêmico! Resultado: aquele auê na mídia e novos protestos.

Taís Araújo, que viria a ser – tempos depois e por várias vezes – protagonista na Rede Globo, contracenou na trama com a atriz Zezé Motta, que havia vivido a personagem no cinema, no filme homônimo de Cacá Diegues (1976, 20 anos antes da produção televisiva).

3- Lurdinha e Marcos (Malu Mader e Felipe Camargo)


Minissérie: Anos Dourados (1986)

Emissora: Rede Globo

Idade dos atores à época da produção: Quando a minissérie foi ao ar, ela tinha 19, e ele 25 anos, mas na trama interpretavam colegiais.

Marco da teledramaturgia nacional, a minissérie de Gilberto Braga que retratou a juventude dos Anos 50 tinha em seu elenco jovens ícones como Taumaturgo Ferreira (o irreverente “Urubu”) e Isabela Garcia (a ousada Rosemary), que também brilharam na produção. Mas, definitivamente, foi o casal Lurdinha e Marcos que mais encantou o público, fascinado com a representação de um amor juvenil proibido e que, ao final, vencia todas as oposições. É talvez uma das maiores representações do amor jovem da TV brasileira. Além disso, toda a (“áurea”) geração foi simbolizada em cenas alegres e vibrantes, entre sorveterias, lambretas, saias rodadas e jaquetas de couro… Era a própria juventude (de um tempo) em cena!

4- Isaura (Lucélia Santos)


Novela: Escrava Isaura (1976-1977)

Emissora: Rede Globo

Idade da atriz à época da produção: 19 anos

A personagem – saída do romance (homônimo) de Bernardo Guimarães, que inspirou a telenovela de Gilberto Braga – alcançou tanta empatia junto ao público que se tornou um dos maiores símbolos da dramaturgia brasileira. Mostrando uma cativa oprimida pelo seu (cruel) senhor, conquista absoluto interesse do público, do Brasil ao Oriente, alcançando até países do bloco comunista de então. Por causa de Escrava Isaura – para que os telespectadores não perdessem os capítulos -, um racionamento de energia em Cuba chegou a ser interrompido em certo momento! Na China, Lucélia Santos foi merecedora de um prêmio nunca antes dado a uma estrangeira, o “Águia de Ouro” -, com votos de cerca de 300 milhões de pessoas.

Estreante em TV, em 1976 a jovem foi escalada pelo diretor da dramaturgia, Herval Rossano, que – anos mais tarde – dirigiria na Rede Record outra versão televisiva do romance de Bernardo Guimarães. Dessa vez, o texto coube a Tiago Santiago, e a jovem Isaura foi vivida por Bianca Rinaldi, que – embora estivesse saindo da casa dos 20 – deu vida, com realismo, à famosa personagem cativa de 19 anos.

5- Clara (Cláudia Abreu)


Novela: Barriga de Aluguel (1990)

Emissora: Rede Globo

Idade da atriz à época da produção: 20 anos

A jovem Cláudia Abreu interpretava a personagem Clara, que trabalhava como balconista e, também, dançarina. Ao aceitar uma contratação como “mãe de aluguel” (numa temática inovadora de Glória Perez), Clara ganha as graças do público, que se encanta com a sua ingenuidade de moça pobre e sonhadora. O telespectador pareceu escolher a protagonista para ficar com o bebê (embora o último capítulo não sugerisse “uma mãe apenas” para a criança). O jeitinho lúdico e a leveza de Clara, porém, contribuíram para que ela fosse eleita, o tempo todo, com a simpatia do telespectador.

6 - Mariana (Adriana Esteves)


Novela: Renascer (1993)

Emissora: Rede Globo

Idade da atriz à época da produção: 23 anos

Na trama, de Benedito Ruy Barbosa, em que fazia par romântico com um homem maduro – o fazendeiro José Inocêncio (Antônio Fagundes) -, a jovem atriz não agradou como protagonista. Embora ela encarnasse bem o seu papel, chegou a ser rejeitada por boa parte dos telespectadores. Alguns diziam até que ela não estava preparada para assumir um papel principal por ser “novata”… Imaginem! Mas o mundo das telenovelas também dá voltas e, quase 20 anos depois, Adriana Esteves se consagra como uma das maiores atrizes brasileiras de todos os tempos, na novela Avenida Brasil (2012), interpretando a inesquecível vilã Carminha. Aqui o talento prova que pode ser maior do que a juventude, não é mesmo?

7- Giuliana (Ana Paula Arósio)


Novela: Terra Nostra (1999 – 2000)

Emissora: Rede Globo

Idade da atriz à época da produção: quando a novela começou, ela tinha 24 anos, mas a personagem era mais nova.

A novela fez um sucesso extraordinário – dentre os maiores da televisão brasileira -, e a protagonista Giuliana marcou bastante a trajetória de Ana Paula Arósio. A mocinha italiana apaixona-se por Matteo, que também veio para o Brasil no navio de camponeses italianos que a trazia junto com os pais. Estes morrem, e os jovens italianos se apaixonam, passando a bordo emoções e sentimentos intensos. Mas, quando chegam ao Brasil, Giuliana e Matteo se perdem no desembarque. E começam as aventuras e desventuras dos dois…

Terra Nostra foi a novela de estreia de Ana Paula Arósio como protagonista na Globo, embora no ano anterior ela tivesse vivido o papel principal da minissérie (também global) Hilda Furacão. Atualmente, a estrela que àquela época encantou o Brasil está fora das telas.

8- Maria (Priscila Fantin)


Novela: Esperança (2002)

Emissora: Rede Globo

Idade da atriz à época da produção: 19 anos

A novela não alcançou sucesso no Brasil, mas marcou a estreia de Priscila Fantin como protagonista de telenovela. Sim, porque seu papel de estreia na Globo (em Malhação) não entra na abordagem dessa galeria, que fala especificamente de estrelas que se destacaram cedo. Afinal, em Malhação ser jovem não é destaque (toda a base do elenco já é jovem, pela temática). Mas as novelas, de um modo geral, costumam trazer atrizes e atores de diversas idades como protagonistas, como no caso das “Helenas” de Manoel Carlos, que – com exceção da vivida por Taís Araújo em Viver a Vida (2009 – 2010) – são sempre mulheres experientes, mais maduras.

A primeira protagonista de Priscila Fantin era a mocinha de um típico par romântico italiano: ela e Reynaldo Gianecchini, que vivia o escultor Toni. Este, muito apaixonado por Maria, deseja levá-la na busca por uma nova vida no Brasil, mas a oposição de Giuliano (pai da moça, vivido por Antônio Fagundes) impede que os dois sigam juntos. Maria chega a jurar que vai esperar pelo amado a vida inteira, mas muitas coisas se desenrolam ao longo da trama… Quem se lembra?

9- Açucena / Princesa Aurora (Bianca Bin)


Novela: Cordel Encantado (2011)

Emissora: Rede Globo

Idade da atriz à época da produção: no início da novela, Bianca tinha 20 anos.

A protagonista da trama de Duca Rachid e Thelma Guedes alcançou alta audiência e empatia junto ao público. Como a história misturava dois cenários / tempos diferentes, a personagem – Açucena (no sertão nordestino) – era a (desconhecida e “perdida”) princesa herdeira do reino europeu de Seráfia do Norte: Aurora Catarina Ávila de Seráfia. A atriz estreante como protagonista em telenovelas fez parte de uma trama que marcou o horário, em estética e approach, já que combinava elementos dos contos de fada a ícones da literatura de cordel do Nordeste brasileiro. Formando par com o carismático Jesuíno, de Cauã Reymond, a jovem atriz emplacou o papel principal com sucesso.

10 – Amora (Sophie Charlotte), Bento (Marco Pigossi), Maurício (Jayme Matarazzo), Giane (Isabelle Drummond), Malu (Fernanda Vasconcellos) e Fabinho (Humberto Carrão).


Novela: Sangue Bom (2013)

Emissora: Rede Globo

Idade dos atores: Isabelle: 19 anos [Isabelle Drummond já tinha sido protagonista aos 18, em Cheias de Charme (2012)]; Humberto Carrão: 21; Sophie e Marco: 24; Jayme: 27; e Fernanda: 28. Quanto aos personagens, parecem todos da mesma idade (ou aproximada), o que é plenamente possível de ser representado por atores jovens de variadas idades.

Um triângulo amoroso (Bento, Amora e Maurício)? Ou dois triângulos amorosos, com o de Amora, Bento e Giane?… Além dessa tradicional fórmula, os jovens protagonistas de Sangue Bom já estão dando o que falar… E realmente o sexteto de protagonistas promete um ritmo ágil e colorido para a trama de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari.

A “novela das 7″, em tempos áureos, já rendeu muita audiência com elencos jovens animadíssimos! Quem não se lembra da galera de adolescentes e jovens de Vamp (1991)? Entre os mais conhecidos depois, ninguém menos que Fábio Assunção, Fernanda Rodrigues e André Gonçalves!… Isso mesmo: confira! Voltando um pouquinho mais no tempo, aportamos em 1990 em Top Model e encontramos os filhos do descolado Gaspar (Nuno Leal Maia) morando em frente à praia, curtindo onda, luau e muito gosto pela vida!… Destaque para Marcelo Faria, como Elvis Kundera, na trama jovem que também marcou o início de carreira de estrelas como Gabriela Duarte (Olívia Kundera), Adriana Esteves (Tininha) e Flávia Alessandra (Tânia), rostinhos novos da TV na época! Isso mesmo! Não eram protagonistas, mas o seu núcleo era um dos mais vibrantes da novela. Tanto que os atores marcaram a produção. E agora a fórmula do universo jovem se repete. A boa é conferir pra ver qual é o teor da novidade da vez!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmailby feather

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *